As 3 essências

Postura, respiração, intenção.

A postura, a respiração e a intenção são três componentes essenciais para a prática do qigong. São estes elementos que diferenciam a prática de qigong de simples exercício físico. Cada exercício de qigong tem sua própria postura, técnica de respiração e foco mental. Quando os segue corretamente, será capaz de sentir os benefícios. Todavia, sem a devida postura, respiração e intenção, não está a praticar qigong.

Postura Adequada

Uma postura física correta e uma boa distribuição do nosso peso evitam tensões e lesões, e vai permitir um fluir livre da energia e do sangue por todo o corpo. Se ficar de pé ou se sentar numa posição desconfortável, é difícil concentrar a mente. 

A medicina chinesa vê a dor como resultado de um bloqueio de energia e fluxo sanguíneo, a postura adequada garante que os exercícios sejam confortáveis e que a prática permaneça livre de dor.

Uma postura correta regula o coração e acalma a mente, aumenta o qi e a circulação sanguínea. Pelo que torna mais fácil conduzir o fluxo de qi para baixo para reduzir stress. 

Stress, raiva e ansiedade têm uma qualidade energética de movimento ascendente, o que muitas vezes leva a dores de cabeça, tensão no pescoço e ombros e até mesmo no aperto da mandíbula. Qigong ajuda a enviar energia da cabeça para os pés, resultando num corpo mais relaxado e mente mais calma.

Existe uma sequência de relaxamento que ocorre durante a prática de qigong. 

Primeiro, os músculos relaxam, seguido pelo relaxamento dos tendões e ligamentos, depois os nervos e, finalmente, os ossos. A prática de Qigong posiciona o corpo de forma a maximizar o fluxo de energia para suavizar quaisquer bloqueios que tenham causado dor ou desconforto, enquanto fortalece o próprio corpo. 

Se sentir dor durante em qualquer uma dos exercícios, diminua os seus movimentos; por exemplo, não vire e dobre as costas profundamente. Ou mude o seu posicionamento para evitar dor. Se há dor, há não há ganho; então pare antes de sentir dor. 

Ao praticar qigong, pode começar a sentir o fluxo de qi através de várias áreas do seu corpo. Muitas pessoas experimentam sensações corporais como calor, formigueiro, vibração ou uma sensação de plenitude. Quando o qi flui através dos seus nervos, pode experimentar uma corrente energética ou onda elétrica que atravessa o corpo.

Respiração Adequada

Como a respiração relaxada acalma diretamente o sistema nervoso, os mestres de qigong deram grande importância à respiração. Na verdade, respirar é a única ligação direta com o sistema nervoso. É o meio pelo qual pode controlar a resposta de luta ou fuga do sistema nervoso simpático e ativar o sistema nervoso parassimpático para responder com o que foi chamado de “resposta alimentar e reproduzir” e de “resposta descansar e digerir”. 

Quando está num estado de stress, a respiração torna-se mais rápida e superficial e o batimento cardíaco acelera. Uma respiração rápida e superficial dificulta o trabalho dos pulmões, que é o de fornecer oxigênio ao corpo e remover resíduos e toxinas da corrente sanguínea. Além disso, quando concentra a mente muito intensamente numa tarefa específica (como é normal no trabalho), os músculos começam a contrair-se e a ficar tensos, e a respiração fica limitada.

A inalação profunda aumenta o fluxo de fluido linfático de outras partes do corpo no duto torácico do sistema linfático, e a expiração cria um efeito de sucção que aumenta a capacidade das veias de esvaziar o duto; assim, uma respiração adequada ajuda a manter os fluidos extracelulares do corpo limpos e em devida circulação. O que, por sua vez, ajuda a prevenir doenças. A respiração profunda também reduz a pressão arterial, massageia o abdômen e órgãos vitais.

A respiração de qigong, também chamada de respiração diafragmática ou abdominal, tem um efeito calmante imediato sobre o sistema nervoso. Ao desacelerar a respiração, desacelera a mente e relaxa seus músculos, e as tensões acabam por se dissolver. 

A respiração de qigong recarrega os níveis de energia do corpo, satura o sangue com oxigênio extra, que é uma das maneiras mais rápidas e eficazes de limpar a corrente sanguínea e energizar o corpo com oxigênio. Quanto mais oxigênio inspira, mais energia o corpo pode produzir para uma vida saudável.

Intenção Adequada

Uma intenção adequada significa o uso ativo da imaginação, da visualização e de afirmações durante a prática. 

Os três afetam e alteram a mente subconsciente, que por sua vez reprograma o corpo. A intenção conduz a mente (pensamento), e a mente conduz o qi (energia). Usamos a imaginação e a visualização para ajudar a focar a mente para guiar o fluxo de qi.

Ao dar à mente uma tarefa de visualização, o corpo relaxa mais facilmente e torna-se mais fácil de sentir os movimentos. A intenção focada e a visualização acalmam as emoções, podemos usar a mente para desacelerar e aprofundar a respiração, o que irá acalmar as emoções e aliviar, a tensão e a ansiedade.

Usar a intenção para guiar a energia não é apenas ter um pensamento positivo. Pesquisas confirmam que focar a mente em imagens positivas afeta uma ampla variedade de

funções fisiológicas, incluindo a frequência cardíaca, pressão arterial, padrões respiratórios, consumo de oxigênio, ritmos das ondas cerebrais, função gastrointestinal, e os níveis de neurotransmissores no sangue e no sistema imunológico aumentam consideravelmente..

As visualizações ajudam a cultivar um senso de atenção plena e de estar no momento presente, e levam a um maior controle das emoções e a um conhecimento mais profundo e uma sensação de calma interior.

Voltar